Gostou? Compartilhe !!!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

O recomeço


O céu e a terra 2 mundos diferentes...
Anjos e demônios 2 raças que nunca vão se entender...
humanos 'tisk' acham que sabem pensar mas seguem seu instintos mais primitivos para viver,
"verdadeiros" animais.
Pensando bem estão tão preocupados em sobreviver que estão comendo suas pobres almas
Acho que tudo irá acabar assim.
Mas como é engraçado, a raça que foi criada por Deus para evoluir, simplesmente esta voltando ao nada de onde foi criada
, mas vendo sua criação
indo ao pó por se só ele nunca irá desistir, e quando a semente pura nascer um novo mundo nascerá junto com ela.


enviado por Gabriella Anjel's

penso logo não quero mais existir

algumas pessoas precisam ser manipuladas e ter um cabresto entre os dentes para se sentirem felizes. Estas as vezes abrem mão de verdadeiras amizades perdem a verdadeira essência da existência e são mais plausíveis de ignorância do que homens que degolam animais por prazer.

Nostálgico tempo de gelo

Costurei meus olhos para que jamais visse estas manhãs cinzas
Fiz de minha boca o beijo da morte diante dos olhos teus; sussurrei. Lamentei e senti tua energia vibrar em meus sentimentos já adormecidos a muito tempo.
Lembrei das lágrimas que chorei e todas as nuvens de sangue que cobriram meu rosto por uma eternidade incontável.
Já faz bastante tempo. Tempo em que andei por tuas paisagens de neve e colhi rosas de teus arbustros congelados. Me tornei  frio, mas não forte como você desejou. Não foi como esperávamos.
O  tempo não descongelou o gelo eterno em minha mente e percebo que minha criança continua adormecida, ainda a emanar seus feches de luz para que um dia adormeça o sol que nos cega os olhos, olhos estes que se tornaram dourados em volta de um jardim de gelo prata.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Sentir

Sinto os sussurros... sinto como se já não existisse mais sentimentos.
Neste caminho vazio de sentimentos chorar não é apenas derramar lágrimas. É como se tudo congelasse e em questão de segundos se desfizesse como cristais planando na brisa que passa entre meus olhos.
Lembranças sempre me degradam!
O fim sempre me recorda de um novo começo de dor e agonias, sempre me vejo enforcado pela vida e balançando em meio a arvores já mortas.
Deixaria tudo para traz de soubesse que no fundo existe prazer por trás deste vale de anjos congelados por um sonho, e demônios adormecidos em cada fera.
Não existir é uma grande resposta para quem ainda existe... Mas não para mim, não mas para mim que já desconheço o que sou e de vale os meus olhos para o vazio jardim da morte.  

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Em busca de uma fuga.


Sozinho neste imenso e podre corredor obscuro vejo as manchas de sangue unir-se ao sujo lodo espalhado nas paredes, gostaria de saber onde estou se não afogado nas mágoas dos meus pensamentos mórbidos.
Cada toque de energia se torna negativo a cada passo caminhado para a beira de um abismo infinito. Gostaria de poder tocar as estrelas, e assim me destruir junto ao espaço.
Mas vejo tudo que já não é mais possível em minha existência. Talvez esteja condenado a vagar como este insóbrio lobo deprimido sempre a chorar nas profundezas da noite.
São estas malditas passagens que me aprisionam; Malditas estas que a cada lagrima minha se fortacem contra meus passos. Um dia sairei desta forma viril e voarei por cima desta atormentante prisão! Voarei para o por do sol e me aquecerei até que jamais lembre do tamanho frio que passei.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...