Gostou? Compartilhe !!!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Condenado a teu fardo, busco tuas lágrimas.

Segui teus Caminhos de lágrimas por toda floresta, embriaguei-me com o doce olhar da morte pelos cantos escuros que passava. Não mais posso ver o que me foi prometido por ti um dia.
Sinto como se o tempo desacelerasse enquanto deslizo por entre as as arvores. Em minha mais bela forma noturna, eu pairo sob tua sombra esperando apenas encontrar teu cheiro entre as rosas que já são preto e brancas aos meus olhos. Estou preso em teu choro e procurando minha liberdade nesta forma viril onde respirar é como se neves de vidro entrassem em minhas vias respiratórias.
Esperar... Tem sido minha única esperança de reencontrar no vazio aqueles olhos que um dia deixou um caminho incompleto de lágrimas para que eu seguisse.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...