Gostou? Compartilhe !!!

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Nada me resta...

Por entre os cantos e sombras do destino, me perdi no vermelho dos teus olhos, pedi por vidas que estes sentimentos e angústias não me acompanhassem mais... A cada sussurro em minha mente vi imagens de tudo que havia sido construído por meus caminhos de solidão, estariam nada mais abaixo do que seria poeira ao vento hoje.
Preciso me desapegar do desespero que corrói minha alma, preciso me libertar do vazio que um dia me trouxe conforto e me transformou em mais um vencido pela solidão...
E onde tudo que imaginei passar por meus olhos se transformaram em lágrimas, e das lágrimas a dor se transformou em pó... Só me resta então guardar estas cinzas e tentar adubar teu belo jardim antes que fique preto e branco como tudo que passa por mim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...